sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Pré-estreia

Ontem fui assistir à pré-estreia do filme "Verônica". Eu adoro pré-estreias: um pessoal sempre animado, de bem com a vida, pessoas educadas e de coração aberto. A vida deles pode ser uma merda, cheia de dívidas e dúvidas, mas o clima desses eventos nos faz sentir diferentes.

Só em pré-estreias a platéia aplaude ao final do filme. Só em pré-estreias os atores/ diretores conseguem sentir o retorno de seus trabalhos (como no teatro), tendo um feedback em tempo real - talvez com um delay, até o filme acabar - dos espectadores. Só em pré-estreias o público pode ter contato com tantos artistas que ele admira, assim, de uma só vez, em um só dia. Só em pré-estreias os artistas recebem tantos elogios: a platéia pode nem ter se identificado tanto com o filme, mas ela percebe que é tanta gente envolvida em um único trabalho, que dá uma satisfação imensa em poder parabenizar pelo menos uma pessoa da equipe pela realização de algo tão grandioso. E, como não poderia faltar, só em pré-estreias você toma refrigerante e come pipoca... De graça!

Na pré-estreia, a gente não vê os problemas pelos quais a equipe passou até o filme chegar na telona. Lá, as divergências desaparecem ao ver que, apesar dos percalços da produção, do estresse do deadline da finalização e da falta de verba geral, deu tudo certo.

É na pré-estreia que dá orgulho fazer parte de um país que concentra tantos talentos que muitas vezes não são reconhecidos, mas continuam fazendo seu trabalho com dedicação e prazer para proporcionar um momento de entretenimento para a sociedade. Sociedade esta, muitas vezes, escassa de boas referências para se espelhar.

Por Thais Polimeni

4 comentários:

Di disse...

Muito bom...
É uma ampla visão de como se realiza e de como se sente, tanto os artistas quanto o público, em uma pré-estréia.
A conclusão está perfeita, sendo o Brasil um pólo rico em arte, que muitas vezes não reconhece seus artistas/produtores, mas estes, que não recebem o devido reconhecimento sempre serão admirados e servirão de exemplo para novos atores/diretores.

Ligya Sayuri Massunaga disse...

Confesso que nunca estive em uma pré-estréia de cinema e essa crônica de Thaís me fez admirar esse tipo de evento.

Linuxdesk disse...

Fiquei com vontade de pré-estréia agora rs

bjs e bom final de semana

Anônimo disse...

Legal, Tha...e eu perdi minha chance, né? rs Mas, depois deste post, não perderei a próxima!

Beijão, sdds!

Pati